quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Inaugurada a 1ª Sala de Coleta de Leite Materno

Foi inaugurada, hoje pela manhã, a primeira sala de coleta de leite materno, na cidade de Maricá, a primeira etapa do projeto de Subsídios Equivalentes “Banco de Leite Humano”.

Estiveram presentes à cerimônia diversas autoridades municipais, da Universidade Federal Fluminense e vários companheiros dos diversos Rotary Clubs de Niterói e de Maricá.

O projeto “Banco de Leite Humano” está sendo realizado pelos Rotary Clubs de Niterói, o Distrito 4750, o Rotary Club Muncie Sunrise, o Distrito 6560 e a Fundação Rotária e implementado sob a coordenação geral da companheira Lecyr Lobo, do RC Niterói Arariboia. O projeto tem como objetivo dar suporte ao Banco de Leite Humano do Hospital Universitário Antônio Pedro, da UFF, que integra a Região Metropolitana 2 de Saúde (Itaboraí, Rio Bonito, São Gonçalo, Marica, Magé, Guapimirim e Tanguá), contribuindo para a diminuição dos índices de mortalidade infantil no Estado.

O Banco de Leite Humano do HUAP faz parte da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (http://www.redeblh.fiocruz.br/ ). Anualmente são promovidos eventos de incentivo ao aleitamento materno, principalmente na Semana Mundial de Aleitamento Materno, comemorada entre os dias 1 e 7 de agosto, e no Dia Nacional de Doação de Leite Humano, celebrado no dia 1 de outubro desde 2004. No Brasil, a campanha conta a cada ano com a participação de mães-madrinhas famosas, como a atriz Cláudia Raia, Heloísa Perissê, Camila Pitanga, Samara Filippo e Renata Trevisan.

A próxima etapa prevista do projeto será a disponbilização de mais duas salas: na Policlínica Sergio Arouca, em Niterói, e no município de Itaboraí.




quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Atenção, Rotarianos!!!! Paulo está na Costa Rica!!!!

Caríssimos,

nessa quarta, não estarei na reunião porque estou na Costa Rica. Trata-se de um belo país, pequeno porém com espaço suficiente para o Rotary agir!

Apesar de estar ausente aí, participei nessa terça da reunião do clube de Belén, região metropolitana da capital do país (San José).

Tive a oportunidade de conhecer os projetos desenvolvidos pelo Clube, que não são poucos (apesar dele contar com apenas dez anos de existência). E conheci três representantes da Universidade da Paz, que visitavam o clube na mesma data!!!

Seguem as fotos da reunião. Vou colocar algo sobre isso quando eu fizer o boletim dessa semana.

abraços!!!

Paulo José Pereira de Resende




segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Dia das Crianças animado na Creche

A Casa da Amizade de Niterói, em conjunto com o RC Niterói Icaraí, realizou, no dia 13 de outubro passado, uma festa na Creche Dom Orione, em comemoração ao Dia da Criança. A creche atende um total de 125 crianças (75 meninas e 50 meninos). As crianças ganharam lanche, brinquedos e, principalmente, amor e carinho.

Pelas fotos, podemos avaliar a animação de todos, principalmente dos companheiros do Rotary Icaraí!






domingo, 17 de outubro de 2010

Nossa reunião de 13 de outubro de 2010

Boletim do RC Niterói Icaraí – Ano 17 N 12 – 13 Outubro 2010,
Por Paulo José de Resende, Comissão de Imagem Pública de Rotary


Versão para impressão



“É errônea a interpretação de que ser rotariano impõe ao homem a obrigação de impingir, entre suas relações profissionais, os ideais e preceitos que guiam suas atitudes por ser um rotariano. Ele deve esforçar-se para fazer com que seus ideais sejam apreciados e aceitos por todos em sua esfera profissional.” — Paul Harris, fundador do Rotary



A reunião começou com a saudação ao Pavilhão Nacional. A mesa presidencial foi composta por: Felipe Carvalho (Presidente) e a querida companheira Amélia. Exerceu a função de Protocolo ad hoc, no início dos trabalhos, o companheiro Roberto Carlos.

Além dos companheiros, contamos ainda com a presença do Luiz Castro, marido da companheira Rose, e a prestigiosa companhia do intercambista Aske Birkenfeld.

A companheira Amélia foi à tribuna para a leitura do Pensamento sobre a FR:

“O que se pode fazer com US$100? Pavas é um bairro pobre de San Jose, na Costa Rica. Lá, o acesso a materiais escolares significa a diferença entre uma vida no trabalho informal ou o direito de ganhar o sustento de forma mais digna. A maioria das escolas públicas do país não recebe financiamento suficiente e, por isso, carece de muita coisa. Em parceria com o clube de Vancouver, o clube de Rohrmoser, na Costa Rica, desenvolveu um kit escolar para distribuir a 777 crianças de cinco escolas do ensino fundamental. Cada kit custa US$100. Sem este projeto, muitos não poderiam continuar estudando e seriam obrigados a abandonar a escola.

Quando Todos os Rotarianos participam Todos os Anos, nossa Fundação fica mais capacitada e pode possibilitar um futuro melhor às crianças.”

Assumindo as funções de Protocolo, o companheiro Marco Condeixa fez a complementação das funções de forma magistral.

Foto 1

O companheiro Castro levou a Genoveva (foto 1) para “passear”, ofício que ele adora!

A companheira Neusa falou sobre a campanha da Casa da Amizade: dia 29/10, às 16 horas, na Casa da Amizade, evento “Novos Sabores para Festas”, curso, degustação e apostila incluídos no custo total de R$80,00 (toda renda será em prol dos projetos da Casa da Amizade), a orientação do curso está por conta da companheira Maria da Piedade Quintanilha e equipe.

Complementando, a companheira Regina emendou: o evento, hoje, para as crianças da Creche Dom Orione será a partir das 14 horas com presentes e animação para um total de 125 crianças (75 meninas e 50 meninos) e conta com a participação de todos.


Na tribuna, a companheira Brigitta falou sobre o Seminário Regional da FR, para os Rotary Clubs das Áreas 1 (Niterói) e 2, que se realizou no sábado passado em Rio Bonito (e que, infelizmente, contou com a participação de pouquíssimos companheiros de Niterói) e disse que terão nova chance no próximo sábado, quando ocorrerá o mesmo seminário em Cabo Frio (dia 16). Disse que, tão importante quanto contribuir para a FR, é conhecer a própria FR.

Informou ainda que, por conta do Dia de Combate à Pólio (24/10), a FR estará duplicando os pontos de reconhecimento na semana de 18 a 24 de outubro, exclusivamente para contribuições feitas on-line (pelo site do RI), para contribuições de no mínimo US$100. Veja a matéria na íntegra: “Duplique seus pontos em comemoração ao Dia Mundial de Combate à Pólio – O Dia Mundial de Combate à Pólio é celebrado em 24 de outubro. Em homenagem à data, a Fundação Rotária vai oferecer o dobro dos pontos de reconhecimento Companheiro Paul Harris para todas as doações de US$100 ou mais ao Desafio 200 Milhões de Dólares feitas on-line entre os dias 18 e 24 de outubro.

Faça sua contribuição hoje mesmo e ajude a erradicar a pólio. As contribuições on-line não poderão ser feitas em nome de outra pessoa, clube ou distrito. Os pontos promocionais poderão ser visualizados dentro de quatro a seis semanas.”

Retomando a palavra, o Presidente Felipe fez uma série de comunicados. Em primeiro lugar, informou que a domiciliar, a ser realizada na casa da mãe do companheiro Fábio Marchisiello, está confirmada para o dia 25 de novembro, quinta à noite; o intercambista Aske também foi convidado.

Mudando de assunto, o Presidente fez a confirmação, ratificada pelos presentes, da candidatura da companheira Brigitta para governador no período 2013-14.

Informou ainda que está em andamento a preparação do processo de aquisição de títulos de Companheiro Paul Harris para a VO do Governador, que ocorrerá no dia 17 de novembro: as tratativas detalhadas se dariam após o término da reunião.

Por fim, mantendo a tradição do clube, evocou antes da saudação final ao Pavilhão Nacional o nosso grito de guerra!

Versão para impressão

Outubro rosa: participe dessa campanha!


O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou o mês de prevenção do câncer de mama.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa.

DECÁLOGO DE ABRAHAM LINCOLN



- Você não pode criar prosperidade desalentando a iniciativa individual ;

- Você não pode fortalecer o fraco, debilitando o forte ;

- Você não pode ajudar aos pequenos, esmagando os grandes ;

- Você não pode ajudar o pobre, destruindo o rico ;

- Você não pode elevar o assalariado, pressionando a quem paga o salário ;

- Você não pode resolver seus problemas enquanto gaste mais do que ganha ;

- Você não pode promover a fraternidade da humanidade, admitindo e incitando o ódio de classes ;

- Você não pode garantir uma adequada segurança com dinheiro emprestado ;

- Você não pode formar o caráter e o valor de um homem cortando-lhe sua independência (liberdade) e iniciativa ;

- Você não pode ajudar aos homens realizando por eles permanentemente o que eles podem e devem fazer por si mesmos.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Rotary - Uma fantástica máquina de fazer amigos

O Rotary International é formado por mais de 32000 clubes; cada clube é formado por pessoas que acreditam que "Mais se beneficia quem melhor serve" e que a relevância na vida é "Dar de si antes de pensar em si."

No mundo inteiro há pessoas que têm o espírito rotário, mesmo sem nunca ter pertencido a algum clube. Os Rotary Clubes oferecem as oportunidades e as ferramentas para que essas pessoas realizem as suas ações em benefício da melhoria da qualidade de vida humanidade, em comunidades locais e internacionais.

Não vamos mudar o mundo sozinhos, mas podemos ajudar; não importa que sejamos uma gota no oceano, pois, com certeza o oceano seria menor sem essa gota.

Em Rotary, mais importante que quaisquer patrimônios materiais é a doação de seu tempo e habilidades em benefício daquilo que o rotariano julgar importante para sua comunidade e sua sociedade.

O Rotary é o que o rotariano é, Rotary faz o que o rotariano faz. O Rotary se traduz pelos resultados de suas ações.

Estar em Rotary não significa ser rotariano, senão bastaria comprar um violino para ser músico, bastaria ter um filho para ser pai. Estar em Rotary é agir. Eis algumas idéias de como se tornar mais ativo em seu clube:

• Fazer parte de uma ou mais comissões do clube;
• Participar de projetos de prestação de serviços do clube, inclusive convidando a família para tomar parte sempre que possível;
• Recuperar freqüência em outro clube e se informar sobre assuntos relevantes quando não puder comparecer à sua reunião;
• Sentar com diferentes pessoas a cada reunião para conhecer todos em seu clube;
• Colaborar com as atividades pró-juventude patrocinadas pelo seu clube como Rotaract, Interact, Rotary kids;
• Comparecer aos eventos distritais: Conferência, Assembléia, Seminários da Fundação Rotária e Desenvolvimento do Quadro Social; conhecer rotarianos de outros clubes;
• Comparecer à Convenção Internacional e desfrutar a internacionalidade do Rotary;
• Manter-se informado sobre os acontecimentos do clube;
• Afiliar-se à Rede Global dos Grupos de Rotarianos;
• Receber um estudante de Intercâmbio de Jovens ou equipe de Intercâmbio de Grupos de Estudo;
• Visitar o "site" do www.rotary.org – ele oferece "links" a "sites" de distritos, clubes e fornece informações sobre programas do RI e da Fundação Rotária, além de diversos recursos como publicações que abrangem todos os aspectos de Rotary;
• Aprenda sempre mais, navegando e explorando o "site" ou lendo as publicações rotárias e os informativos do clube.

Mais de um século de existência, Rotary prima pela prevalência da verdade, aplicação da justiça, melhores relações entre os povos e alcance da paz mundial, fomentando elevado padrão de ética – um princípio que não pode ter fim.

Uma Conferência do Rotary em Londres em 1942 inspirou a criação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), e cerca de 50 rotarianos atuaram como delegados e consultores por ocasião da fundação da ONU.

Hoje, junto à Organização das Nações Unidas, o Rotary detém uma das mais altas posições consultivas como organização não-governamental, permitindo-lhe acesso a recursos humanos e de outras naturezas no mundo inteiro.

Rotary teve papel preponderante intermediando os países na instalação da Usina Hidrelétrica de Itaipu, presente no lançamento de sua pedra fundamental.

A associação a um clube dá a homens e mulheres a oportunidade de contribuir com sua comunidade de forma estruturada. Rotarianos se reúnem semanalmente para planejar atividades de prestação de serviços em nível de clube, comunitário e internacional. Empregando sua experiência e conhecimentos profissionais, rotarianos fomentam, internacionalmente, desenvolvimento profissional. Não-sectários, apolíticos, os Rotary Clubes são abertos a pessoas de todas as raças, culturas e credos. O quadro social dos clubes é representativo da vida profissional e comercial das respectivas comunidades. Embora os rotarianos provenham de inúmeras culturas, eles estão unidos pela dedicação aos ideais que exaltam a tolerância, integridade e solidariedade, trabalhando com líderes profissionais de todo o mundo.

Essa união, aliada às realizações, freqüência e participação promovem uma amizade com cada sócio no mundo inteiro.

Joel Moreira Júnior
RG Campo Belo – Distrito 4560
GEROI, Por e-mail

domingo, 10 de outubro de 2010

Nossa reunião de 6 de outubro de 2010

Boletim do RC Niterói Icaraí – Ano 17 N 11 – 6 Outubro 2010,
Por Paulo José de Resende, Comissão de Imagem Pública de Rotary


Versão para impressão



“De todas as 1001 maneiras que o homem pode escolher para ser útil à sociedade, sem dúvida as mais viáveis e, na maioria dos casos, as mais eficientes, serão aquelas dentro do âmbito de suas próprias ocupações.” — Paul Harris, fundador do Rotary



Iniciando a reunião, depois da saudação ao Pavilhão Nacional, o companheiro Condeixa nominou a mesa, composta por: Presidente Felipe Carvalho, Denise Pinaud e Roberto Carlos.

Como visitante à nossa reunião, esteve presente o companheiro de longa data Joao Carlos Carvalho (RC Niterói).

Depois do café, a companheira Denise foi à tribuna para informar que o percentual de presença de 62%, especialmente por conta da segunda reunião do mês de setembro. A companheira Brigitta lembrou que houve presença no Instituto Rotário de Santos, que vale como recuperação no cálculo da frequência. Reunião do Conselho Deliberativo hoje. Informou, por fim que fará um show no próximo dia 22/outubro às 19h, no SESC de Niterói, com preços acessíveis.

Luiz Carlos (foto 1) foi à tribuna e, com muita propriedade, fez a instrução rotária sobre os Serviços Profissionais e a lista de classificações, que serve para evidenciar que todos os setores da sociedade estão representados no clube. Serve para o reconhecimento das profissões. Lembrou que o Rotary já praticou o sistema de rodízio, com as reuniões ocorrendo nos respectivos locais de trabalho dos companheiros. O mês de outubro, concluiu, é um bom mês para a realização de reuniões nos locais de trabalho.

O Presidente chamou a companheira Neusa, que informou que a Casa da Amizade, em parceria com o RC Niterói Icaraí realizará uma pequena festa na Escola Municipal Dom Orione, no bairro de São Francisco, no próximo dia 13 de outubro.

Na tribuna, a companheira Brigitta foi falar sobre o dia mundial da pólio. Trata-se do dia 24 de outubro, um domingo, e os rotarianos de todo o mundo já estão em mobilização para atividades naquele dia. Em San Francisco, nos Estados Unidos, está programada uma travessia da Golden Gate, com expectativa de participação de 2000 pessoas. Informou que as doações online feitas nessa semana terão pontos de reconhecimento dobrados. A meta é arrecadar US$1 milhão somente naquela semana.

Fabio Marchisiello (foto 2), na tribuna, perguntou à companheira Neusa, sobre a ocupação da Casa da Amizade. Propôs que a Casa da Amizade passe a oferecer convênios com descontos para instituições que tenham o interesse em locar o espaço.

Na tribuna, Maria Regina contribuiu para a discussão sobre a atual gestão da Casa da Amizade. Comentou que a Casa da Amizade atualmente tem se mantido dos eventos que lá ocorrem, e que está aberta a convênios, desde que seja bom para todas as esposas dos rotarianos. Neusa complementou que há custos envolvidos no funcionamento da Casa, mas que isso apresenta custos a mais, como limpeza e manutenção do espaço. Regina complementou que a companheira Neusa fará o encaminhamento da proposta, mas que a sua aprovação depende do conselho responsável pela Casa. Em relação à festa que será realizada, informou que houve a adesão de algumas voluntárias (ela mesma, Maria Reis, Yves) que tomarão parte na organização das atividades.

Roberto Carlos foi à tribuna para falar sobre a palestra que será realizada hoje, na Casa da Amizade, sobre os Serviços Profissionais, para os clubes RC Niterói Ingá e RC Niterói Leste, ás 20h30. Reiterou que o convite se estende também aos companheiros do RC Niterói Icaraí.

Retomando a palavra, o Presidente reiterou o convite para o show da companheira Denise (cujo flyer está abaixo reproduzido), acrescentando como sugestão que haja um momento de companheirismo após o show. Divulgou ainda o convite, feito pelo RC Conceição de Macabu , que em 13/10 oferecerá um jantar por ocasião da visita oficial do Governador do Distrito.



O Presidente, por fim, encerrou a reunião, mas não sem antes proclamar o tradicional lema do clube:

Porque no Rotary Icarahy, somos unidos no servir!



Versão para impressão

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Resfriamento global?

Meteorologista afirma que o aquecimento global causado por ação do homem, difundido nos meios de comunicação de massa, não passa de catastrofismo infundado e sem embasamento científico.

O aquecimento global gerado pela ação humana não passa de mito alimentado pela grande mídia e originado em interesses econômicos. A afirmação foi feita por Carlos Molion, doutor em Meteorologia e professor da Universidade Federal de Alagoas, em palestra realizada no Crea-RJ, em 26 de março, organizada pela Câmara de Agronomia (CE-Agro). Segundo Molion, na verdade, o planeta estaria ingressando em um processo de resfriamento nos próximos 20 anos.

Acontecimentos como o derretimento de calotas polares, por exemplo, não estariam associados ao aumento da temperatura.

O meteorologista diz que o transporte de calor é parcialmente controlado por um ciclo lunar de 18,6 anos, que esteve em seu máximo em 2005-2007 e voltará a ocorrer entre 2024-2026. O pesquisador é categórico ao dizer que por mais que emita CO2 (gás carbônico) na atmosfera, a humanidade não é capaz de elevar a temperatura do planeta. Porém, segundo ele, isso não significa que a ação do homem seja completamente inofensiva. Na verdade, ela interfere sobre o meio ambiente e o clima local, afetando a qualidade de vida em muitas cidades do planeta.

VERDADE INVENTADA

Carlos Molion considera que o aquecimento global antropogênico (AGA), difundido nos meios de comunicação de massa, não passa de catastrofismo infundado e sem embasamento científico. "A mídia está impondo uma anestesia, uma verdadeira lavagem cerebral aos cidadãos comuns, que ficam com a impressão de que o homem é o grande vilão. A mídia deveria ser neutra e relatar o conhecimento científico comprovado e suas limitações", denuncia.

A tese defendida pelo físico e meteorologista está apoiada em três argumentos. O primeiro diz respeito às séries de temperatura média global. Elas não são consideradas representativas porque, nos últimos anos, o número de estações climatométricas foi drasticamente reduzido e aquelas localizadas em cidades sofreram a influência do chamado "efeito ilha de calor urbana". Com isso, a temperatura de uma cidade como São Paulo aumenta de 3° a 5ºC em relação às vizinhanças.

Molion afirma que o aumento da concentração de CO2 não se correlaciona com o aumento de temperatura. Segundo artigo da revista Nature (n° 462), de 19 de novembro de 2009, após o término da 2ª Guerra Mundial, o consumo de petróleo se acelerou. Entretanto, a temperatura média global diminuiu. Em eras passadas, como as interglaciais (130 mil, 240 mil e 340 mil anos atrás), as temperaturas estiveram 6°C a 10°C mais elevadas que as atuais, com concentrações de CO2 muito inferiores às dos dias de hoje.

Em segundo lugar, explica o professor, o gás não seria responsável por aumentar a temperatura do ar e, sim, o contrário, principalmente devido ao aquecimento dos oceanos, que liberam mais CO2 dissolvido na água do que qualquer atividade industrial, por exemplo. Finalmente, os modelos de clima usados para as "projeções" da temperatura média global nos próximos 100 anos são apontados como incipientes e não representariam a complexidade de interações dos processos físicos determinantes do clima. • (J.M)

Interesses econômicos

Carlos Molion alerta que muitos grupos, como políticos, empresários e administradores, estão falsamente envolvidos na conservação ambiental e no combate ao aquecimento global. "Alguns acham que seria uma ‘armação’ do G7 para desacelerar o desenvolvimento dos países do segundo grupo, como Brasil, Rússia, Índia e China. O G7 é um grupo de países falidos, como a Inglaterra e Japão, que não dispõem de recursos naturais e energéticos, e sobrevive de explorar técnica e financeiramente o resto do mundo”, afirma Molion.

Segundo essa lógica, ele ressalta que, sob o ponto de vista do efeito estufa e do aquecimento global, o Protocolo de Kyoto, em vigor entre 2008-2012, não teria nenhuma eficácia, pois a redução das emissões, comparada aos processos naturais, seria irrelevante. "A proposta do protocolo é reduzir 5,2% das emissões relativas aos níveis dos anos 1990. Significa cerca de 0,3 bilhões de toneladas de carbono por ano (GtC/a). Para se ter uma ideia, estima-se que os fluxos naturais entre os oceanos, solos e vegetação e a atmosfera somem cerca de 200 bilhões de toneladas de carbono por ano", esclarece.

Apesar de afirmar que a Terra passa por uma fase de resfriamento e não de aquecimento, Molion defende o uso de Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL) e a racionalização das atividades humanas a fim de despoluir o ar, as águas e os solos. "É importante não confundir conservação ambiental com mudanças climáticas. Aqueça ou esfrie, temos que conservar o ambiente, mudar nossos hábitos de consumo para a própria sobrevivência da espécie humana", completa.

Fonte: Revista do CREA-RJ, maio/junho 2010

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Nossa reunião de 29 de setembro de 2010

Boletim do RC Niterói Icaraí – Ano 17 N 10 – 29 Setembro 2010,
Por Paulo José de Resende, Comissão de Imagem Pública de Rotary

Versão para impressão



“Não é gratificante constatar que o Rotary é mais próspero onde os padrões profissionais aproximam-se mais do ideal?” — Paul Harris, fundador do Rotary



No início da reunião, após saudação ao Pavilhão Nacional, o companheiro Marco Condeixa nominou a Mesa: Presidente Felipe Carvalho, Denise Pinaud, Carlos Alberto de Paula Chagas (Pres RC Niterói Leste).

Os visitantes dessa reunião: Carlos Alberto Chagas (RC Niteroi Leste), Maria Grundig

Carlos Alberto Chagas (foto 1), Presidente do RC Niteroi Leste, foi à tribuna para convidar a todos para a comemoração que ocorrerá hoje no RC Niterói Leste, que completou 30 anos em setembro.

Fabio Marchisiello foi apresentar o PEDIR. O mês de outubro, mês dos Serviços Profissionais, destaca a importância e a representatividade das profissões para o Rotary. Marchisiello lembrou que o fundador Paul Harris se valeu de outros três companheiros, de distintas profissões, para iniciar essa obra. Falou também da Prova Quádrupla, reflexão sempre necessária para o rotariano. Em ato contínuo, pediu sugestões de datas para um novo companheirismo na casa de sua mãe, com direito a um rodízio de pizzas, e sugeriu que se faça um bingo ou outra atividade de entretenimento. Por fim, ofereceu-se pessoalmente para ajudar na agenda para a VO do Governador do Distrito. Encerrou agradecendo ao companheiro Hélio, que fez o pagamento dos uniformes das crianças “apadrinhadas” na liga juvenil de futebol.

Paulo Resende foi à tribuna falar do boletim do clube. Afirmou que é uma tendência que o RCs do mundo todo usem serviços digitais mas, sabendo que há companheiros que não acessam a internet, optou por fazer uma tiragem impressa do boletim “econômica”: propôs “assinaturas” para esses. Também haverá algumas cópias para visitantes, sempre em pequenas quantidades. As companheiras Amelia e Yves solicitaram cópias, e mais um exemplar, para arquivamento pela secretaria Denise, será entregue a cada semana.

Marco Condeixa apresentou o Pensamento sobre a FR, sobre o Fundo Anual para Programas, que financia atividades em mais de 160 países, tais como: escavação de poços, alfabetização de crianças etc. O Fundo é mantido por doações dos companheiros. Lembrou do pensamento de Arch Klumph: “dinheiro somente não é capaz de muito. Uma pessoa bem intencionada, sem dinheiro, não chega longe. Os dois juntos são um dádiva no mundo”.

Novamente na tribuna, Fabio Marchisiello solicitou o valor disponibilizado para a obtenção do Paul Harris, a ser entregue na VO do Governador.

Roberto Carlos foi à tribuna falar sobre o evento ocorrido em Barra do Piraí: o seminário foi muito bem organizado e contou com a presença de quase 200 participantes, incluindo governadores e o companheiro Henrique Vasconcelos, Coordenador Regional da Fundação Rotária da Zona 22B, em que nosso Distrito está inserido, que veio de Fortaleza especialmente para o evento. Foram abordados assuntos relevantes. Para ele, foi uma oportunidade muito rica. Roberto Carlos exortou a participação em outros eventos como esse. A companheira Brigitta complementou falando sobre a Associação Brasileira da The Rotary Foundation, ABTRF, que conta com empresas parceiras como Bradesco, Porto Seguro Seguros, Mercedes Benz etc. O desafio agora é obter contribuições também de pequenas empresas que contribuam para os projetos do Rotary. Luiz Carlos sugeriu que haja palestras para as empresas, para divulgação da iniciativa.

Aproveitando a oportunidade, Roberto Carlos falou também que o RC Niterói Leste promoverá uma reunião conjunta com o RC Niterói Ingá, na qual terão a oportunidade de falar sobre os serviços profissionais. O encontro acontecerá na Casa da Amizade,no próximo dia 6 de outubro, às 20:30h.

A companheira Yves foi à tribuna para falar sobre o almoço de companheirismo, um sucesso! Falou sobre a festa da Casa da Amizade, parabenizando a companheira Neusa e lembrando que ontem a esposa do Governador foi até a Casa ver as atividades realizadas com as senhoras participantes. Falou sobre a festa de aniversário do RC Niterói Leste, para a qual recebemos o convite pessoalmente do seu Presidente, Chamou à tribuna o companheiro Marco Condeixa, que vai fazer aniversário no próximo dia 2 (foto 2). Falou com todos sobre a ausência do marco rotário do clube, que poderia ser solicitado à Secretaria de Urbanismo de Niterói.

Retomando a palavra, o Presidente reforçou o convite do aniversário do RC Niterói Leste. Lembrou também que haverá VO do Governador ao RC Niterói Praias Oceânicas, no dia 4 de outubro. Reiterou os parabéns ao companheiro Marco Condeixa e elogiou a proposta do encontro de companheirismo do companheiro Fabio Marchisiello. Informou que precisa contar com o apoio dos companheiros para definição da reunião do Conselho Diretor, pois a frequência á reunião está baixa e isso gera transtornos. A proposta assumida pela maioria é a da realização da reunião logo após a próxima reunião semanal, no dia 6 de outubro. E parabenizou novamente a companheiras Neusa, pela atual gestão da Casa da Amizade.

Quebrando o Protocolo, o companheiro Luiz Carlos foi à tribuna para tratar das eleições do próximo domingo. Pediu que os companheiros reflitam sobre a importância do voto. Reiterou que cada rotariano deve ‘Refletir” sobre as eleições como um rotário, votando de forma consciente.

Retomando a palavra, o Presidente encerrou a reunião!

Versão para impressão

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Política Nacional vai disciplinar a retirada de lixo


Depois de lidar com a exigência do limite de resíduos sólidos, determinado pela empresa municipal Clin, o comerciante niteroiense vai conviver com uma nova lei que cria uma política nacional sobre a retirada do lixo. Tramitando no Congresso Nacional ao longo de 19 anos, foi aprovada a determinação para que União, Estados e Municípios elaborem planos para tratar de resíduos sólidos estabelecendo metas e programas de reciclagem.. A implantação de um sistema adequado deverá ser feita por fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes.

A aprovação da lei vai permitir a destinação do lixo de modo correto e benéfico à saúde, lembrando que, segundo empresários ligados ao assunto, 43% dos resíduos coletados no Brasil têm destino inadequado. De acordo com a Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, os resíduos sólidos são o maior problema ambiental do País. Para a Ministra, "é possível reciclar, lucrar, ter estratégia de gestão moderna, ganhar dinheiro com impostos e com tecnologia de equipamentos".

(Fonte: Revista " O Lojista", Niterói, CDL, Agosto 2010)

IBGE vai divulgar população do país em 27 de novembro


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que no dia 27 de novembro vai divulgar a quantidade da população brasileira. Essa será a primeira informação a ser conhecida do Censo 2010, que começõu a entrevistar moradores de 58 milhões de domicílios do país este mês.

O presidente do órgão, Eduardo Pereira Nunes, disse que a informação será repassada para o Tribunal de Contas da União (TCU), que calculará o repasse de recursos do governo federal para o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A distribuição é feita de acordo com o número de habitantes de cada município.

"Temos que publicar até o dia 27 de novembro os dados para efeito de cálculo do TCU", reforçou o presidente do IBGE.

Segundo ele, dados referentes ao sexo (número de homens e mulheres) e à situação do domicílio (quantos moram em áreas urbanas ou rurais) serão informados a partir de dezembro.

O restante dos dados do Censo 2010 serão divulgados a partir de 2011. Esta edição inclui perguntas sobre cônjuges do mesmo sexo, etnia e língua indígena, disponbilidade de luz elétrica, tempo de deslocamento para o local de trabalho, utilização de internet e de telefones celulares.

Para traçar um retrato da população brasileira, estimada pelo IBGE em 191 milhões de pessoas, o censo inclui questões sobre condições habitacionais e socioeconômicos, como raça, religião, trabalho e renda.

(Fonte: Revista "O Lojista", Niterói, CDL, Agosto 2010)

Campanha incentiva redução do uso de sacolas plásticas

Quinhentos milhões de sacolas plásticas são consumidas por ano no Brasil e menos de 1% é reciclado. Para mudar essa realidade, o Estado do Rio de Janeiro está desenvolvendo ações para incentivar a mudança de hábito dos cidadãos fluminenses. Com isso, desde o ano passado mais de 600 milhões de sacos plásticos deixaram de ser despejados em rios e lixões no Rio. A Secretaria do Ambiente realiza uma fiscalização para que o comércio cumpra a Lei 5.502/2009, que determinou a redução do uso de sacolas plásticas e a substituição por bolsas retornáveis e reutilizáveis no Estado. As micros e pequenas empresas terão de um a dois anos para adotar a lei. Para os estabelecimentos de médio e grande porte, a lei já está valendo.

De acordo com o presidente do Instituto do Meio Ambiente (Inea), Luiz Firmino, a ideia é fiscalizar os estabelecimentos sem que seja necessária a aplicação de multas. "O uso do saco plástico é desenfreado: usam para colocar as compras e para depositar seus lixos. Queremos acabar com a banalização, diminuindo o uso. A lei já está em vigência para supermercados e farmácias grandes, com advertências e até multas, que podem chegar a 100 mil UFIRs. O Estado do Rio é o primeiro do Brasil a adotar uma legislação que impõe uma mudança de comportamento", ressaltou.

Para facilitar a disseminação da proposta ecologicamente correta, os consumidores conscientes que não utilizarem os sacos ganharão descontos. A cada cinco itens comprados, haverá um abatimento de R$0,03 no valor total da compra. O consumidor que devolver sacolas receberá, a cada 50 unidades, um quilo de arroz ou feijão. "O espírito da lei beneficia a todos: o estabelecimento não perde dinheiro e a população muda seus hábitos aos poucos. O comerciante terá ainda outra opção e poderá fornecer uma sacola mais resistente que possa ser usada no mínimo vinte vezes. Eles escolhem uma das três opções para cumprir a lei e afixar um cartaz no local informando sua escolha ao consumidor", explicou o presidente do Inea.

(Fonte: Revista "O Lojista", Niterói, CDL, Agosto 2010)

Poluição do óleo de cozinha pode mudar com apoio do Comércio


A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estão empenhados num trabalho de apoio e conscientização junto ao comércio, condomínios, empresas em geral e à população, para que colaborem a fim de que o descarte de óleo de cozinha usado não seja despejado na pia, em ralos ou no vaso dos banheiros. A medida visa a evitar o alto grau de poluição nas tubulações domiciliares, comerciais e nos danos ambientais de rios, lagoras e mares.

Segundo a Coordenadora do Programa de Reaproveitamento de Óleos Vegetais (Prove), do Inea, Carmem Lucariny, "quando é jogado na pia ou no ralo, o óleo entope a tubulação. O cano fica fechado por causa da gordura, parecendo cimentado e todo o sistema da rede de esgoto fica prejudicado. Quando não passa pela estação de tratamento e vai para o rio ou para o mar, a cadeia de gordura demora meses para se desfazer."

Criado no final de 2007 para incentivar a coleta de óleo vegetal destinado à fabricação de biodiesel, o Prove trabalha, atualmente, com 40 cooperativas no Grande rio e supervisiona o trabalho de reciclagem em 40 municípios fluminenses. O Programa se empenha em mudar o procedimento da população em relação à reciclagem, fazendo com que o óleo "não seja jogado no ralo enquanto o lixo orgânico é despejado na lixeira."

(Fonte: Revista "O Lojista", Niterói, CDL, Agosto 2010)